enfim resolvido
  • BLOG

    BAIXE O PLANNER FINANCEIRO

  • Lions

    RESENHA DO LIVRO AZAR O SEU

  • Snowalker

    A MENINA DOS OLHOS MOLHADOS

  • Howling

    RESENHA LIVRO DE REPENTE

  • Sunbathing

    RESENHA PS AINDA AMO VOCÊ

terça-feira, 6 de junho de 2017

Resenha do livro O Erro #2 - Elle Kennedy

via @enfimresolvidoblog
Hey gente!

Recentemente resenhei o livro O Acordo, o primeiro livro da série Amores Improváveis da autora Elle Kennedy. O livro falava sobre o romance entre Garrett e Hannah, mas conhecemos outros personagens como Logan, que é o protagonista do livro O Erro.

Título Original: The Mistake (Off-campus, #2)
Autora: Elle Kennedy
Editora: Editora Paralela
Número de Páginas: 280
Ano: 2016
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.
O livro começa com a narração de Logan sobre os sentimentos por Hannah, namorada do seu melhor amigo Garrett. 
Estar perto dela é um soco no estômago. A ideia de estar perto dela é um soco no estômago. A ideia de ficar na sala com Hannah e Garrett, comendo pizza e assistindo a um filme, os dois abraçadinhos e apaixonados… é cem vezes pior do que um soco no estômago. É um time inteiro de hóquei me espremendo contra o vidro do rinque.
A sensação que eu tive era que Logan no primeiro livro não gostasse tanto assim da Hannah. Mas quando começamos a ler, percebemos que ele gostava muito mais dela do que transparecia. Eu pensava que era só pela ideia de querer ficar com alguém, já que ele era "mulherengo". 

Conhecemos um Logan que fica com outras mulheres desenfreado para esquecer Hannah e um certo dia para querer fugir do casal, ele acaba batendo na porta errada de uma república e conhece Grace
Ainda não consegui decifrar essa garota. É doce, mas não parece ingênua. Transmite inocência, mas também é supersegura de si. Não me enche de perguntas nem dá em cima de mim. Que merda, nem sequer levantou o assunto do hóquei, o que, em geral, é a primeira coisa que as meninas fazem comigo.
Apesar de não querer se envolver, eles acabaram ficando algumas vezes, mas Logan acaba fazendo umas burradas que acaba afastando Grace. Na verdade, não achei que foi motivo para essa guerra toda entre eles, mas fazer o que, né?

Passa alguns meses e ele tenta de tudo para conseguir se desculpar e essa demora estava me matando, confesso.

Tem muito mais drama que o primeiro e a autora quis deixar isso claro. O que tinha de fofinho o primeiro livro, tem de "drama" do segundo. Não que eu não tenha gostado do livro. 
Todo esse tempo fiquei me sentindo culpado por desejar a namorada do meu melhor amigo, mas acho que o que eu queria mesmo era o relacionamento do meu melhor amigo. Alguém com quem passar o tempo. Alguém que me desafie e me faça rir. Alguém que me faça… feliz.
Também conhecemos mais a vida de Logan e os motivos que fazem ele viver a vida como se hoje fosse o único dia que lhe restasse. 

Os outros personagens da república (Garrett, Dan, Tucker) aparecem tanto quanto no primeiro livro e como Logan e Garrett são melhores amigos, G é o que mais aparece. 

Adorei conhecer melhor o Logan. Eu já gostava muito dele na narração de Garrett e Hannah.

Hannah continua tão incrível como no primeiro livro e a cada vez mais ela e Garrett tornam um casal apaixonante, que a gente tem vontade de ter um amor assim. 

Grace pareceu ser uma menina maravilhosa, mas as vezes cabeça dura e não me conquistou tanto como Hannah

Uma das personagens que não me desceu desde a primeira vez que apareceu foi a melhor amiga da protagonista: Ramona. Eu me senti sufocada com as coisas da Ramona e parecia que a Grace levava isso na boa. 
Ramona cortou minhas asas o ano todo. A velha Grace era um passarinho preso que só experimentava a vida quando a amiga a deixava sair da gaiola. Bem, a nova Grace vai voar por tudo o que é canto.
Assuntos importantes vieram à tona como alcoolismo, que nem no primeiro livro onde falamos de abusos. 

Minha classificação: 4 de 5.

É um livro bom de ler, como eu já gostava de Logan antes, foi fácil me apegar ao personagem. Terminei em dois dias (praticamente), comecei a leitura de madrugada e finalizei assim que acordei, por que, sério, não queria parar de ler enquanto não finalizasse. 

É uma leitura bem rápida e a pessoa nem sente o quanto já avançou as páginas.

Apesar do casal protagonista serem uns fofos e engraçados, eu amei demais o Garret e Hannah. Achei que a Grace é um pouquinho durona e chata em alguns momentos, então o casal não me conquistou quanto eu esperava

Espero que tenham gostado!

Já leram algum livro da série Amores Improváveis?

Beijos, Lah!

0 comentários:

Postar um comentário

Obaaaa, muito obrigada por comentar, volte sempre! Beijoss!

 

criado e codificado para o blog Enfim resolvido
cópia proibida © 2015