enfim resolvido
  • BLOG

    BAIXE O PLANNER FINANCEIRO

  • Lions

    RESENHA DO LIVRO AZAR O SEU

  • Snowalker

    A MENINA DOS OLHOS MOLHADOS

  • Howling

    RESENHA LIVRO DE REPENTE

  • Sunbathing

    RESENHA PS AINDA AMO VOCÊ

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Download de planejamento diário de mesa

@enfimresolvidoblog
Hey gente!

O freebie do mês demorou, mas finalmente saiu. 

Resolvi fazer outro planejamento diário, por que o último que disponibilizei vocês gostaram muito. 

Para quem caiu de paraquedas por aqui, já disponibilizei vários arquivos como esse, inclusive um planner 2017 para download

2017 é ano de organização, né? haha

Disponibilizei dois arquivos, mas é o mesmo modelo, a diferença deles é que o outro arquivo é sem a moldura, ou seja, um planejamento clean, que vocês podem decorar como quiser. 
SOBRE O DOWNLOAD:
Para fazer o download do Planejamento Diário de Mesa basta clicar na campanha que eu fiz no pagsocial, permitir o aplicativo e compartilhar no twitter ou facebook, assim outras pessoas podem conhecer também. É super seguro. 


SOBRE O USO DO PLANEJAMENTO DIÁRIO: não pode ser usado para fins comerciais (por hipótese alguma pode vender esse planner, sendo processado por isso) e caso você queira reblogar, coloque os créditos e link dessa postagem, ou seja, não poste como se o arquivo fosse seu.

Quem gostar do planner siga o blog (participar deste site) e as redes sociais também, para que possamos criar mais e mais printables.

SIGA O INSTAGRAM | FACEBOOK | TWITTER | PINTEREST

Espero que tenham gostado!

Quem quiser indicar alguma ideia de freebie para os próximos meses, pode entrar em contato comigo. 

Beijos, Lah! 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Playlist de abril

via reprodução
Hey gente!

De lei, estou aqui para indicar minhas músicas queridinhas do momento. Eu não faço playlist todo mês por que eu sou das antigas e amo ouvir música repetida, não é mesmo? Vocês também são assim?

HARRY STYLES - SIGN OF THE TIMES

SEGURA ESSE TIRO, mundo!

DESPACITO - LUIS FONSI, DADDY YANKEE FT. JUSTIN BIEBER

Estamos vivas para ouvir o Justin cantar DES PA CI TO? Yes!!!

SHAWN MENDES - THERE'S NOTHING HOLDIN' ME BACK

A nova produção do Shawn é bem diferente das outras músicas dele, tanto na batida quanto na letra. Gostei muito e vocês?

CHARLIE PUTH - ATTENTION

O que dizer? LINDO!

Espero que tenham gostado!

Me contem quais as preferidas do momento de vocês.

Beijos, Lah!

sábado, 22 de abril de 2017

O que achei da série Gilrboss, original da Netflix

Hey gente!

Quando soube que Girlboss ia ser lançado pela Netflix me animei muito para saber um pouco mais sobre a história da Sophia Amoruso. Eu ainda não li o livro, então a série me traria um pouco de conhecimento sobre ela.

Já vi várias indicações do livro, por isso minha curiosidade de assistir a série aumentou.

O QUE É GIRLBOSS?
#Girlboss é um livro que conta a história da empreendedora Sophia Amoruso, que literalmente saiu do lixo ao luxo.

Recentemente, a Netflix comprou os direitos da adaptação, nos dando a bela oportunidade de conhecer melhor a vida da Sophia e nos dar mais um nome para a listinha de inspiração da vida.

Não sei dizer as semelhanças entre os dois, mas espero em breve poder fazer isso.

SOBRE A SÉRIE
A série gira em torno da Sophia Amoruso, uma das maiores empreendedoras da atualidade que você respeita

Ela viu a oportunidade de abrir seu próprio negócio e faturar muito money com vendas de roupas vintage no eBay. Para quem não sabe, eBay é um site de vendas online. Serve como uma vitrine para as pessoas venderem coisas (não só roupas). É o nosso mercado livre da gringa

QUEM É SOPHIA AMORUSO?
Sophia era uma garota complicada, sua personalidade é bem marcante na série. Ela se metia em confusões, roubava e até comia restos de comidas que eram jogados no lixo.

Com 22 anos, decide abandonar os estudos e sair da casa do pai.

Ela queria ganhar dinheiro, ser sua própria chefe e não precisar sair de casa para realizar isso, o que era melhor ainda. Quem nunca, não é mores?

Juntando o útil ao agradável, ela decide começar um negócio no ebay e vender algumas peças que encontrava em brechós, mas que valia muito mais do que as pessoas podiam imaginar. Sophia dava uma cara nova a peças vintage e foi assim que a Nasty Gal nasceu e se desenvolveu, não é mesmo?

Aos 28 anos esse império já estava indo a todo vapor.

Achei incrível a maneira que ela conseguia fazer isso, conseguir entrar em um brechó e avaliar as peças. Ter esse olhar crítico do valor das peças, sabem?

Na série, quem interpreta a Sophia é a queridinha Britt Robertson

SOBRE OS PERSONAGENS
Não é uma série que se tem muitos personagens, apenas os principais que estiveram de algum modo com a Sophia durante essa fase, como sua melhor amiga, o namorado da época e o pai.

SOBRE OS CENÁRIOS
Os cenários são de se apaixonar. Conhecemos um San Francisco pelos olhos da Sophia. 

O cenário que achei mais interessante e criativo foi quando os personagens participavam de chats ou fóruns. Eles ficavam ao redor de uma mesa, conversando como se estivessem ali pessoalmente. Até as publicidades chatas que ocorriam em algum fórum eram narradas. 

DURAÇÃO
Por enquanto, Girlboss só tem uma temporada, contando com 13 capítulos que não ultrapassam meia hora cada um. Minha sensação como telespectadora era que estava assistindo a um filme.

É uma série levinha para quem gosta de acompanhar séries e que não se torna cansativa.

O que me deixou impressionada foi por ser algo recente. Esse império de moda foi construído em 2006 e a série deixa bem claro os acontecimentos/evolução dos anos.

CURIOSIDADES
- Atualmente Sophia tem 33 anos, a Nasty Gal entrou no Chapter 11 de falência, mas não deixou de existir. É apenas uma reorganização da empresa, mas que permite que ela continue atuando. 

- O RuPaul apareceu na série interpretando o Lionel. Para quem não conhece, ele é um ator, drag queen e cantor americano. Também tem série sobre ele na Netflix. 

- O nome Nasty Gal foi inspirado no álbum da Betty Davis de mesmo nome.

Indico a série principalmente para quem quer dar um gás a mais para a realização daquele sonho que parece furada. 

Nada pode impedir você de realizar seus sonhos, isso só vai depender de você. 

A Sophia é a prova viva de que quando se quer algo, se consegue. Basta ter determinação e esforço para se conseguir. 

Espero que tenham gostado!

Já assistiram ou leram o livro Girlboss?

Beijos, Lah!

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Resenha do filme Quase 18

Hey gente!

Recentemente assisti ao filme Quase 18, uma comédia/dramática/romântica no ambiente adolescente

Eu já contei a vocês o quanto gosto de filmes adolescentes, né? Achando pouco os indicados por aqui, resolvi indicar mais um.

TÍTULO ORIGINAL: The Edge of Seventeen
DIREÇÃO: Kelly Fremon Craig
GÊNERO: Comédia, Drama
ANO: 2017
Nadine está enfrentando uma difícil situação desde que sua melhor amiga, Krista, está namorando com o seu irmão mais velho, Darian. Nadine se sente mais sozinha do que nunca, ao menos até começar uma amizade com um jovem atencioso.
O filme é estrelado por ninguém mais ninguém menos que a musa inspiradora Hailee Steinfeld

Nadine sempre se considerou uma garota esquisita, que não conseguia fazer amizades e por isso sentia que seu irmão era sempre melhor que ela por ser bonito, simpático e estar sempre rodeado de amigos. 
Um certo dia, ainda na infância, Nadine conheceu Krista e se tornaram melhores amigas da vida. Eis que seu irmão e sua melhor amiga começam a ter um rolo e a vida da Nadine começa a virar de cabeça para baixo.

Me contem qual o problema de vocês que não iriam gostar que sua amiga namorasse seu irmão? Eu só tenho uma irmã e nossssa, eu iria amar ver ela namorando com algum amigo meu

Sozinha desde que brigou com sua melhor amiga, Nadine tenta criar coragem para ir falar com seu crush Nick e acaba mandando uma mensagem totalmente direta para ele, que enfim, resolve "dar atenção" a ela. 

Alerta de problemas vindo por aí, não é queridos?
Nadine acaba conhecendo o Erwin, que estuda com ela, é uma fofura em pessoa e que sempre tenta se aproximar.

O irmão da Nadine é mesmo lindo e é interpretado pelo muso Blake Jenner. 
O filme retrata muito bem a adolescência, fase que a gente pensa que qualquer coisinha é motivo para nosso mundo desmoronar. Com certeza, muitos dos adolescentes que assistiram se identificaram com algum dos personagens. 

É um filme legal de assistir, te tira algumas risadas e também faz seu coração quase parar em alguns momentos.

Se você gosta de filmes adolescentes pode assistir quase 18 que não vai se arrepender. 

Espero que tenham gostado!

Já assistiram? Me indiquem mais!

Beijos, Lah!

terça-feira, 18 de abril de 2017

Meta da vida: ir a um Coachella

Hey gente!

Eu quero muito ir a um Coachella, é uma meta da minha vida. Vejo tantas fotos que fazem eu não desistir do meu sonho, que resolvi separar algumas inspirações para vocês.

Coachella é um festival de música que ocorre na cidade de Indio, na Califórnia. 

O intuito do post é apenas compartilhar minhas atuais referências quando penso em Coachella, mas de sobra ainda temos algumas inspirações de looks, não é mesmo?
Tem um post no blog festivalando MARA, falando como se organizar para ir ao Coachella.


Espero que tenham gostado!

Já pensaram em ir? Quem tem vontade de ir a algum festival?

Beijos, Lah!

domingo, 16 de abril de 2017

Resenha do filme Slam, original da Netflix

Hey gente!

Finalmente estreou o filme Slam. Uma produção original da Netflix. Eu já contei a vocês o quanto eu sou ansiosa e curiosa quando assisto trailers de filmes lançamentos?

Eu tinha visto o trailer na própria Netflix, mas acabei deixando pra lá por que ia demorar a estrear, eis que o grande dia chegou e encontrei o digníssimo em destaque
Ele nasceu de uma gravidez precoce, assim como sua mãe. Será que esse é o destino de todos na família?
Slam é uma adaptação de um livro homônimo de Nick Hornby, que tem a gravidez na adolescência como principal tema

O filme fala sobre Samuel, um garoto de 16 anos que é apaixonado por skates e sua principal inspiração da vida é o skatista Tony Hawk. 

Ele acaba conhecendo a Alice que também tem 16 anos, uma garota com um futuro brilhante pela frente, com imensas oportunidades que podia ter na vida. Eles se apaixonam, começam a namorar, mas de repente, eles vão ser pais. Com 16 anos. A mesma idade que a mãe de Sam engravidou dele. 
O pior de tudo era que antes mesmo de Sam saber o resultado, as coisas entre ele e a Alice haviam ficado estranhas. Aquela euforia de inicio de namoro tinha acabado ou adormecido, talvez? As inseguranças de Sam vieram à tona e ele acabou sem saber o que fazer. 

Antes do fato, a vida de Sam não era tão planejada, mas também com o nascimento da criança acabaria com qualquer planejamento que ele pudesse ter na vida. Já a vida de Alice era toda planejada por seus pais, mesmo que a garota não tivesse pretensão de seguir esse planejamento. 

O casal protagonista são de realidades financeiras diferentes e a mãe de Alice tenta sempre que possível deixar isso claro para ambos. 

Os pais do Sam são separados e ele cresceu ouvindo que ele havia sido um erro na vida deles. Isso era tudo o que Sam não queria para seu filho. 

Como seria a vida dessa criança com pais separados? Como seria a vida dos pais após o nascimento do filho? Eles ainda nem tinham acabado o ensino médio. Como ficaria a relação deles após terem um bebê?
Durante o filme, um livro sobre a vida de Tony Hawk é narrado. Se você não sabe, assim como eu não sabia, ele é um dos maiores skatistas de todos os tempos. E esse livro de certo modo descreve o personagem Sam e também lhe dá alguns conselhos

De início eu não entendia de maneira alguma a história, o desenrolar dos fatos, mas com o passar dos minutos, conseguimos entender qual é o esquema do filme. 

O filme retrata não só a gravidez na adolescência, como também a imaturidade da fase, as decisões que precisam ser tomadas quando uma criança espera outra criança, a responsabilidade de se ter um filho, as inseguranças etc.. 

Não é aquele filme fofinho, estilo hollywoodiano. É um filme italiano, que apesar de eu pensar que seria totalmente sem músicas, encontramos uma trilha sonora e toques de humor. Está certo isso, produção?

Eu não escondo minha insatisfação com filmes que possuem ausência de uma trilha sonora. Sou dessas, não é mesmo? Eu fui acostumada com filmes estilo hollywoodianos e criei essa barreira que me impede de amar algum filme desse tipo que vos falo. 
O humor do filme vem de Sam, por que ele fica desorientado ao saber que vai ser pai, tendo alucinações e isso acaba quebrando o gelo de um assunto tão sério. 

A ideia principal do filme é relatar a maternidade na adolescência. Muita gente pode sentir dúvida em relação a isso, mas mostra que quando se tem um bebê na adolescência não é sinal de que sua vida acabou e que você não pode fazer mais nada por que agora tem um filho, entendem? 

Me deu muita vontade de ser mãe e de saber como é o sentimento de ser mãe. Eu confesso que até os meus 19 anos eu jamais pensaria em ser mãe e pensava igualzinho como muita gente pensa, que acabaria minha vida e meus planos. Mas vendo o filme vemos que o amor prevalece, sabe? Que ser mãe/pai na adolescência não vai estragar sua vida. 

Acho muito importante ter filmes com essa temática, principalmente para adolescentes que estão passando por isso no momento saberem que não é o fim do mundo.

O filme não faz muito tempo que foi lançado nos cinemas da Itália e veio direto para as telinha da Netflix pelo mundo. 

Os protagonistas são Ludovico TersigniBarbara Ramella, eu realmente gostei das escolhas e achei que acertaram. A atuação de ambos foi impecável. 

Indico o filme para quem gosta de um filme leve, mas que ao mesmo tempo conseguimos refletir sobre um determinado tema. 

Espero que tenham gostado!

Me contem se é só a minha pessoa que não gosta de filmes italianos/franceses/grego/alemão? hehe Não é possível. 

Beijos, Lah!

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Resenha do filme O espaço entre nós

Hey gente!

Tem algum tempinho desde a ultima vez que indiquei algum filme aqui, não é mesmo?

A real é que nenhum filme novo que eu assisti havia feito eu me sentir diferente dos que eu já havia assistido, além do mais, eu comecei a acompanhar algumas séries e acabei deixando os filmes de lado. 

Eis que apresento a vocês O espaço entre nós. O filme lançamento mais fofinho que você respeita

Eu compartilhei o trailer dele nas minhas redes sociais por que eu estava muito ansiosa para assistir e finalmente aqui estou para contar o que achei sobre. 

TÍTULO ORIGINAL: The Space Between Us
DIREÇÃO: Peter Chelsom
GÊNERO: Romance, Ficção Científica, Drama
ANO: 2017
O adolescente Gardner Elliot (Asa Butterfield) é o primeiro humano nascido em solo marciano. Mas ele deseja fazer uma viagem à Terra para conhecer a verdade sobre seu pai biológico, e sobre seu nascimento. Nesta jornada, ele tem o apoio de Tulsa (Britt Robertson).
De início achei que o filme seria chatinho pelo desenrolar dos fatos, mas comecei a me apaixonar pelo Gardner imensamente e perceber que o filme teria duas horas não apenas para falar sobre teorias, universo, NASA etc. Teria muito do romance que eu estava esperando tanto. 
O filme basicamente conta uma sobre uma expedição que deu origem a um fato nunca visto antes no mundo. Sarah Elliot, uma dos seis astronautas contemplados para morar em marte, descobre que está grávida, isso apenas quando ela chega em solo marciano. 

E agora? Como seria a vida dessa criança, não podendo voltar a terra por diversos fatores que colocaria em risco tanto a vida da mãe quanto do bebê? Poderia ela viver em Marte? SIM!

E foi isso que aconteceu, Gardner cresceu em solo marciano e agora com 16 anos quer conhecer a terra, encontrar seu pai e entender mais sobre sua vida. 
Ele contará com a ajuda de Tulsa, uma terráquea que ele mantinha contato, por quem estava se apaixonando. 

O problema é que não são duas horas de viagens para se encontrarem, são no mínimo sete meses e muitos riscos em jogo. 
Será que Gardner vai conseguir sobreviver na terra? Será que esse amor vai sobreviver? Tulsa e Gardner vão conseguir ficar juntos?

Isso e muito mais, só assistindo ao filme, por que recomendo MUITO! hehe

Minha classificação: 5 de 5.
Não se tem muito o que falar sobre. Talvez seja um fato impossível de ser real? Talvez! 

Mas o filme é muito fofo. O Gardner é muito fofo e romântico. Te faz suspirar várias vezes com a inocência e romantismo dele. 

O cenário é um mundo completamente tecnológico, creio que para conversar com o fato de que tem gente indo morar em Marte. 

Fiquei satisfeita com o final, apesar de eu ter ficado pensando em um final alternativo durante grande parte do filme. Mas creio que tudo o que interpretei no final do filme, leva para o mesmo final alternativo que eu havia imaginado. 

Essa carinha de bebê da Britt Robertson combinou muito com o Asa Butterfield que só tem 20 aninhos. 

O filme não é o clichê anormal de uma garota que se apaixonada por um marciano, se é que tem alguma história sobre isso. 

Indico o filme O espaço entre nós para quem gosta de romances fofinhos, história cativante e algo fora do habitual que assistimos em relacionamentos "normais". 

Não ligo encontrar um marciano como Gardner e vocês? hehe

Espero que tenham gostado!

Beijos, Lah!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Respondendo o desafio literário do instagram

via reprodução
Hey gente!

Recentemente respondi uma tag literária muito legal no Instagram e resolvi trazer para o blog para quem não viu, saber meus indicados e o por que de tê-los escolhido.

A tag foi criada pelos instagrans @dudabooks e @sereia_literaria e todas as fotos estão com a hastag #desafioliteráriodudaesereia, confiram depois!

1. UM LIVRO QUE TE FEZ CHORAR
Eis que apresento a vocês o livro que me fez chorar real: Para onde ela foi, da Gayle Forman. Ele é continuação do livro Se Eu Ficar, que foi adaptado para o cinema e virou um dos meus amorzinhos. 

Pode ser que vocês não tenham nem gostado dele, mas assisti o filme e li os livros durante um período complicado na minha vida e foi justamente ele que eu li e reli várias vezes apenas por que me fazia bem. 

O livro Se eu Ficar fala sobre a violoncelista Mia que precisa escolher entre sua carreira ou seu amor por Adam, já que ele também é músico e cada vez mais a relação ficava complicada, mas ela e sua família sofrem um grave acidente onde apenas ela sobrevive. 

O livro Para onde ela foi narra justamente a vida da Mia e de Adam, após o acidente, mas não é narrado por ela e sim por Adam, seu agora ex namorado. Eu achei muito emocionante e gostei mais ainda por ter a visão dele. 

2. UM LIVRO COM CAPA AZUL
Apesar de eu ter alguns livros com a cor, foi fácil escolher esse da Paula Pimenta. Minha única dúvida era em qual dia eu escolheria ele, já que também poderia encaixar em outros temas do desafio. 

Fazendo meu filme 3, é o terceiro livro dessa série maravilhosa da autora. A Paula é a autora nacional que mais leio e vocês também deveriam. 

A série fala sobre a Fani e o universo adolescente, com todos os seus altos e baixos, como a dúvida entre fazer intercâmbio ou continuar com a rotina junto com seus amigos, familiares e um novo amor inesperado. Ir para Londres seria mais complicado do que Fani imaginava. 

O terceiro livro narra a volta da Fani do intercâmbio e sua readaptação à antiga vida, mas agora ela está namorando e continuará aprendendo novas lições com as novas situações. São quatro livros para nos apaixonar e ver a evolução dos personagens. É típico livro adolescente, mas que faz qualquer pessoa suspirar. APENAS LEIAM ESSA SÉRIE! 

3. SUA AUTORA FAVORITA
Resolvi indicar a que mais representa o tema atualmente. 

Eu já falei até para a Teca que o livro I Love New York entrou para o meu top 5 de livros preferidos. Eu amei ter conhecido ela, mesmo que virtualmente. A escrita da autora é muito gostozinha de se ler e você devora o livro em poucas horas. 

Se você ainda não leu, tem resenha do livro I Love New York

A Teca publicou recentemente o Je T'aime, Paris, que também já estou doida para ler! 

4. UM LIVRO QUE LEU EM UM DIA
No penúltimo dia de desafio, resolvi indicar o livro Não se apega, não da Isabela Freitas. A leitura foi super agradável e consegui finalizar em um único dia. 

Tem resenha do livro, para quem ainda não conhece.

5. UM LIVRO SOBRE VIAGENS
Meu escolhido é o Apenas um Dia, também da Gayle Forman. 

Como gostei muito da escrita da autora, resolvi ler outras obras dela e não me arrependo. 

O livro fala sobre a aventura da Allyson ao conhecer Willem, que possuem personalidades opostas. Juntos, vão a Paris por um dia e muita coisa acontece. 

Também fiz resenha dele, vem ver. 

Espero que tenham gostado!

Me contem quais indicados de vocês. 

Não esqueçam de seguir o instagram do blog @enfimresolvidoblog! 

Beijos, Lah!

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Playlist - Músicas nem tão novas que gosto de ouvir

via reprodução
Hey gente!


Resolvi separar algumas músicas aleatórias que apesar de não serem lançamentos, amo ouvir a qualquer hora do meu dia.

DJ SNAKE - LET ME LOVE YOU FT. JUSTIN BIEBER


ZAYN, TAYLOR SWIFT - I DON'T WANNA LIVE FOREVER

Esse feat maravilhoso faz parte da trilha sonora do filme Cinquenta Tons Mais Escuros, que caso estejam curiosos para saber mais, contei minha opinião sobre o filme.

ED SHEERAN - SHAPE OF YOU

Sabiam que essa música o Ed Sheeran escreveu para a Rihanna? Ela não quis e ele resolveu gravar. O resultado é esse sucesso todo, não é mesmo?

THE VAMPS, MATOMA - ALL NIGHT


Espero que tenham gostado!

Me falem quais preferidas do momento de vocês.

Beijos, Lah!

quarta-feira, 5 de abril de 2017

O que achei da série shadowhunters

Hey gente!

Contei recentemente a vocês que queria muito assistir três séries da Netflix e aqui estou eu para contar o que achei da série Shadowhunters, a primeira que finalizei.
Clary Fray é uma adolescente que, sem querer, presencia o acontecimento de um crime. Mas este não é um crime como outro qualquer: três adolescentes cobertos com tatuagens estranhas são os responsáveis pelo assassinato, executado com armas que Clary nunca viu antes. Antes de ela conseguir fazer alguma coisa, os três justiceiros se apresentam para ela: Jace, Alec e Isabelle são Caçadores de Sombras, responsáveis por proteger o mundo de vampiros, lobisomens e monstros que querem fazer o mal.
Eu não me interesso muito por filmes ou séries de aventura e fantasia, mas também quando eu assisto é raro eu não gostar. 

Eu assisti ao filme Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos e gostei bastante, por isso mesmo meu interesse de assistir a série Shadowhunters.

SOBRE A SÉRIE
A série gira em torno da vida da Clary Fray e sua recente descoberta de que ela era uma caçadora de sombras e que sua vida foi baseada em mentiras, já que sua mãe fazia de tudo para protegê-la. 

Nada disso é spoiler, então fiquem tranquilos. 

Tudo começou quado ela viu três adolescentes assassinando uma pessoa que para ela era um inocente qualquer. Os responsáveis por isso são Alec Lightwood, Izzy Lightwood e Jace Wayland, que também são caçadores de sombras e no caso, a pessoa assassinada não era uma pessoa e sim um demônio com aparência humana

Primeiro que Clary nem poderia ter visto isso devido as runas que os três usavam por proteção (parecidas com tatuagens). Então, tinha algo errado acontecendo para uma garota que só estava comemorando seu aniversário conseguir vê-los

Com a ajuda deles, Clary vai em busca de todas as verdades da sua vida, isso ainda tendo que exercer seu papel como caçadora das sombras.

A série também tem lá seus romances e também gira em torno do triângulo amoroso da protagonista. 

SOBRE OS PERSONAGENS
A personagem principal é Clary. Confesso que eu fiquei um pouco decepcionada com a atuação da Katherine McNamara como Clary, igual muita gente fica com a atuação da Kristen Stewart como Isabella Swan na saga Crepúsculo. 

Por muitas vezes achei a personagem bobinha e que fazia muita coisa errada, por teimosia mesmo. Não sei se no livro ela é retratada assim. Mas como eu também já assisti ao filme, achei a atuação da Lily Collins mais determinada e não me passou essa impressão. 

Alec, Jace e Izzy cresceram juntos e apesar de Jace não ser "irmão de sangue", é considerado da família. Eles são caçadores de sombras e vão ajudar a Clary na sua busca por verdades.

A atuação dos personagens me deixou muito satisfeita.
Um dos personagens que mais gostei foi o Simon Lewis, melhor amigo da Clary. Sou apaixonada pelo Simon, tanto o ator quanto o personagem me cativaram. Não imagino a série sem o Alberto Rosende e achei que combinou muito mais do que o Robert Sheehan, que interpretou o Simon no filme. É o personagem mais engraçado da série e dei altas risadas com ele, sério mesmo!

Outro personagem que não achei que fosse gostar foi o vampiro Raphael Santiago, mas finalizei a segunda temporada gostando dele. Não sei se foi a atuação convincente do David Castro ou pela personalidade do vampiro. 

SOBRE OS CENÁRIOS
Os cenários são sombrios, mas nada de terror, então para quem ainda não assistiu por que tem medo de assistir o gênero, fiquem calmos por que Shadowhunters não é de terror.

SOBRE OS EPISÓDIOS
Os episódios são em torno de quarenta e cinco minutos e acreditem em mim, passam voando. Teve dias de eu assistir cinco ou seis episódios em carreata (assim que comecei a assistir a série).

Por enquanto só tem duas temporadas, com 22 capítulos ao todo.

O QUE ESSA SÉRIE ACRESCENTA NA MINHA VIDA?
Provavelmente nada, mas para quem é fã de fantasia ou dos livros em que a série foi baseada vai adorar ver a adaptação. Sabemos que nem sempre é igual ao livro, então tem muita pauta de conversa entre amigos, né? Eu sou uma que adoro falar quando eu gosto ou não de algo hehe

SEMELHANÇAS COM OS LIVROS E FILME
Eu não li os livros e nem pretendo, pelo menos não agora. Como contei, eu raramente assisto a filmes com muita fantasia. Já tentei ler livros assim e não prendeu minha atenção totalmente como eu imaginava ou como os demais me prendem.

Além disso, são seis livros para acompanhar, é muita fantasia para entender. Por isso mesmo não expliquei os termos citados na série.

As semelhanças com o filme são muitas, pelo menos visivelmente. Quando eu comecei a assistir Shadowhunters me lembrava de cenas por que havia assistido ao filme. 

Os personagens do filme e da série são diferentes, mas confesso que não mudaria, se eu pudesse escolher. Não misturaria os personagens, por que gostei demais da atuação deles, ou seja, deixaria quem fez a série apenas na série e quem atuou no filme, só no filme. 

CURIOSIDADES
- Quando a primeira temporada foi finalizada, os atores Dominic Sherwood e Katherine McNamara (que interpretam Jace e Clary, respectivamente) fizeram juntos uma tatuagem de uma runa angelical.  

- A franquia no cinema não deu muito certo e fracassou nas bilheterias, por isso o filme não teve continuação, mas investiram em uma série de TV, que até agora está dando certo.

Os próximos capítulos de shadowhunters estão previsto para junho, até lá, aguenta coração! Ainda não sei se já é a terceira temporada ou apenas continuação da segunda. Alguém sabe me dizer?

Indico a série para quem gosta de fantasia, vampiros, lobisomem, feitiços etc. É uma série muito boa de acompanhar e meu coração está se partindo por eu ter que esperar até junho para vê-los novamente em ação. 

Espero que tenham gostado!

Me contem se vocês já assistiram a série ou gostam de filmes/séries de fantasia. Perceberam que venho assistindo muitas séries? hehe

Beijos, Lah! 

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Resenha do livro Imprudente (Série Royal) - Nichole Chase

Hey gente!

Na resenha do livro De repente - Nichole Chase (primeiro livro da série royal), contei sobre o segundo livro da série, onde seria narrado a vida da Cathy, irmã mais nova de Alex. Tive a oportunidade/tempo de ler e vim contar o que achei dele pra vocês!

Título Original: Recklessly
Autora: Nichole Chase
Editora: Pandorga
Número de Páginas: 292
Ano: 2016
Catherine passou a vida sendo a princesa perfeita, sempre mantendo a cabeça baixa, as mãos limpas e o mais importante – uma distância segura dos homens. Mesmo assim, os homens estão atrás de uma única coisa e, para Cathy, há muito mais em jogo do que sua cama; ela precisa se preocupar com o futuro de uma nação inteira. Ela está cansada de esperar o cara perfeito e tem um plano: seduzir o único homem que parece não ligar para nenhum assunto da realeza. O homem que a atrai mais do que qualquer outro.
De início vemos uma breve continuação sobre a vida dos protagonistas do primeiro livro: Alex e Sam. Em uma despedida de solteiro, Cathy acaba conhecendo David, amigo da noiva, que veio ajudar com seu trabalho enquanto ela viajava em lua de mel e o fato da Cathy não estar em seu juízo perfeito tornou a situação bem engraçada. 

A partir do primeiro encontro, a história se desenrola pelo fato da Cathy ser virgem e estar tentando seduzir o David.
A maioria das garotas queria um homem que as fizessem se sentir como se fossem princesas, mas eu queria alguém que me fizesse me sentir como uma mulher. 
Conhecemos o David no primeiro livro, apesar de aparecer poucas vezes, ele tinha demonstrado ser uma pessoa totalmente diferente do que conhecemos em Imprudente. Eu AMEI, ele tem características que eu quero encontrar no meu futuro namorado.

Outro detalhe que amei foi o fato de conhecer melhor Max (irmão do meio de Cathy e Alex), protagonista do terceiro livro "Reluctantly" que ainda não foi lançado no Brasil. Ele é bem engraçado, não gosta de assuntos relacionados a realeza (preferindo se afastar do trono o quanto puder), porém assume seu papel quando precisa, protetor mas também amigo, sabe? Ele me lembrou MUITO o Alberto, irmão do meio da Fani de "Fazendo meu filme" da Paula Pimenta.

Sam aparece um pouco mais no livro do que Alex, mas tanto conhecemos personagens novos como Selene quanto relembramos aqueles antigos como Chadwick, que continua com seu humor invejável.
— Meu anjo, uma armadura reluzente mostra que o cavaleiro nunca esteve em uma batalha. E eu lutaria contra os dragões por sua causa.
No epílogo, a história avança um ano e conhecemos outras novidades sobre a família real, que espero que tenha continuação no terceiro livro e não faria o menor sentido eu dizer as vocês hehe.

Minha classificação: 4 de 5.
Por mais que eu tenha amado o romance entre Cathy e David, por muitas vezes achei que a autora escreveu só para ocupar espaço, sabe? Cathy precisava resolver muita coisa ou quase tudo sobre a realeza, já que Max não gostava e Alex estava viajando. Achei chato o fato de se resumir a apenas compromissos. 

Muitas vezes parecia que eu estava lendo o rascunho de alguém que começou a escrever o livro, se concentrou em colocar o clímax, mas esqueceu de complementar o restante do livro. É como se a autora tivesse a faca e o queijo na mão mas não soubesse o que fazer.

Foi uma leitura rápida e mesmo depois desses fatos citados, recomendo a leitura.

O livro Reluctantly ainda não tem previsão de lançamento no Brasil, mas preciso dizer que estou muito ansiosa pela leitura. Gostei muito de conhecer um Max diferente e não vejo a hora de conhecer mais ainda.  

Espero que vocês tenham gostado!

Já conheciam a série royal? 

Beijos, Lah!
 

criado e codificado para o blog Enfim resolvido
cópia proibida © 2015