enfim resolvido

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Playlist - Participações que deram certo

via reprodução
Hey gente!

Sabe quando um cantor que você gosta muito lança uma música em parceria outro cantor e você acaba amando? Pois é, a música tem dessas coisas e resolvi separar as minhas preferidas.

WORK - RIHANNA FEAT. DRAKE

Não posso começar sem citar a Rihanna e Drake por que não tem como ouvir essa música e não querer dançar hahaha

R5 FEAT. THE VAMPS - COUNTING STARS

Eu conheci a banda R5 por causa do Ross que também é ator e no post de filmes que assisti em março indiquei dois filmes no qual ele participou. Em breve apresento melhor eles!

THE VAMPS - SOMEBODY TO YOU FEAT. DEMI LOVATO

Conheci o The Vamps por causa do R5 pela música anterior. Depois fui em busca de mais músicas e acabei me deparando com outras que gostei.

PRA VOCÊ GUARDEI O AMOR - NANDO REIS E ANA CAÑAS

Impossível essa música sair da cabeça de alguém. Me representa demais e sempre vai ter lugar no meu coração!

O post foi curtinho mas espero que vocês tenham gostado! Essas são as músicas que mais ouço/amo. Quais as de vocês?

Beijos, Lah!

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Diferenças entre o colégio e a faculdade + o que mais sinto falta

via reprodução
Hey gente!

Na justificativa do meu sumiço, contei sobre o pouco tempo que estou tendo devido à faculdade, trabalho e blog.

Pensando nisso, resolvi separar as diferenças entre o colégio e a faculdade, até para quem está acabando o ensino médio e quer entrar na faculdade perceber que nem tudo são flores.

NA FACULDADE NÃO É OBRIGADO USAR FARDA
Meu professor falou algo que tive que concordar: "No ensino médio fazemos de tudo para não usar a farda, mas quando entramos na faculdade é a primeira coisa que procuramos."

Não sei vocês, mas sempre estudei em colégios/escolas que o uso da farda completa era obrigatório, então a minha maior vontade era não precisar usar mais.

Sendo que, quando começamos a usar nossas roupas maravilhosas na faculdade, vai chegar um tempo que você não tem mais estoque de roupa, elas irão se estragando, você precisa comprar mais e tudo o que você queria agora era poder ter uma farda para chamar de sua.

Tem faculdades que possibilitam o aluno a comprar camisas padronizadas do curso, porém é apenas a camisa, ainda bem. E o restante do look fica ao seu critério.

VOCÊ NÃO VAI TER MAIS O RECREIO PARA CONVERSAR COM SEUS AMIGOS

[ENS. FUNDAMENTAL] Sabe na sua época do recreio que você chegava todo feliz com sua lancheira cheia de comida, dividia com seus amiguinhos, batia uns papos e depois voltava para a aula pra desenhar?

[ENS. MÉDIO] E quando você começou a perceber que não era mais recreio e sim intervalo, comprava de vez em quando seu lanche na cantina por que precisava juntar dinheiro, colocava os papos em dia (mesmo podendo colocar enquanto o professor dava aula), chegava à aula com sono e muitas vezes dormia e apesar de tudo dava o tempo certo de você conseguir a aprovação?

[FACULDADE]
A faculdade tem cenário diferente. Você não tem intervalo, você quase não tem tempo para comer, se conversar ou dormir são dores de cabeça para conseguir recuperar e entender o assunto além do dinheiro que seria economizado vai servir para as xerox que os professores passam.

SABE O DITADO “QUEM NÃO COLA NÃO SAI DA ESCOLA”?
Então, esquece esse ditado. Durante todo o nosso estudo, nos preparamos para a faculdade e mercado de trabalho. Quando entramos na faculdade, percebemos literalmente que somos concorrentes. No meu caso, todos que estudam comigo vão ser engenheiros, vão competir comigo uma vaga de trabalho, vão se esforçar para ter o diferencial e passar na frente dos demais. 

Amizade na faculdade existe? Claro que sim, porém temos que entender que somos um grupo de pessoas atrás de trabalho onde está cada vez mais difícil encontrar.

É NORMAL REPROVAR
Eu nunca reprovei e mesmo não sendo normal para mim, é normal para muita gente. Mas muito cuidado com as reprovações por que conta no seu índice acadêmico.

MESMO SE VOCÊ ESTUDAR MUITO, AINDA VAI TER COISA QUE VOCÊ NÃO SABE
Pode ser a realidade de pessoas até no ensino médio, mas na faculdade você vai ver que isso vai se tornar frequente. 

Você vai estudar muito para uma prova e quando chegar a hora só vai ter algumas questões que sabe responder.

VOCÊ NÃO VÊ A HORA DE ACABAR O PERÍODO
Sabe quando a faculdade pega todas as suas forças e chega um certo período que você não aguenta mais apresentar um seminário? Nessa hora o que mais queremos são as maravilhosas férias e a paz de não precisar estudar para a próxima prova.

No colégio sempre sentimos aquela saudade de estar com os amigos na sala.

Eu sinto muita falta de começar a estudar com uma turma e terminar com ela, sabe? Na faculdade "seu grupo" só fica junto até durar o período. Muitos reprovam, escolhem outras matérias para pagar, desistem, trocam de curso etc.

Espero que tenham gostado!

Lembrem-se: nunca desistam dos seus sonhos! Se você ainda estiver no ensino médio e quer entrar em uma universidade, corra atrás disso e se dedique muito.

Me contem outras diferenças entre faculdade e colégio que vocês lembram haha

Beijos, Lah!

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Resenha do livro "O paradoxo que foi tê-la"

Hey gente!

Fiquei muito animada quando o autor Caio Gustavo entrou em contato comigo para falar sobre seu livro "O paradoxo que foi tê-la" além de muito ansiosa pela leitura. Eu sou apaixonada por poemas e textos apesar de muitas vezes não saber comentar sobre, apenas sentir.

O que mais me atraiu foi o fato de serem textos sobre o período que o autor passou pela universidade, lidando com tudo o que o cerca: pessoas, vivências, teorias e decepções.

Título Original: O paradoxo que foi tê-la: 
Breves poesias e contos sobre um momento.
Autor: Caio Gustavo
Editora: Createspace Independent Publishing Platform 
Número de Páginas: 80
Ano: 2016
O Paradoxo que foi Tê-la: breves poesias e contos sobre um momento é uma obra de 26 textos. O livro é dividido em duas partes que representam dois momentos diferentes no mesmo período. São eles “o início da contradição”, que apresenta 11 textos em versos livres e um conto e “a vida com rima” com 13 poesias e também com outro conto ao final. O livro é um apanhado de textos do período em que o autor viveu a universidade e com ela lidou com pessoas, vivências, teorias e decepções. Por isso, muitos dos textos são homenagens a lugares e a essas experiências, além de dedicações as pessoas que passaram por esse momento. Este é o primeiro livro completo do autor.
O livro é dividido em duas partes e trata-se de textos/poemas de momentos da vida do autor.

PRIMEIRA PARTE: O INÍCIO DA CONTRADIÇÃO

A primeira parte do livro me fez lembrar a primeira vez que me apaixonei e comecei a namorar. Comprei dois livros de poesia e como ainda não tinha nenhuma experiência, tudo que li parecia que se encaixava perfeitamente por que eu estava sentindo a mesma coisa descrita ali.

Lendo os poemas do Caio sinto que também presenciei o que ele descreve.
"Respiro a brisa do seu perfume e ouço o barulho do mar em seus cabelos."
CONCHA DOURADA
Se eu pudesse comparar os poemas, diria que aqueles livros de poesia adquiridos anteriormente foram sentimentos amadurecendo e os poemas do livro “O paradoxo que foi tê-la”, são sentimentos já formados e intensos.

A maioria dos textos da primeira parte é referente ao amor. O que me encantou profundamente.
"Quero voar.
Voar para bem longe,
Mas ao lado quero você.
Para melhorar o meu viver."
MINHA QUERIDA PRISÃO
O poema que mais me identifiquei foi “A verdadeira face do amor”, onde diz que o amor é utopia e o compara com diversos fatores, principalmente o de que todos nós somos condicionados a amar.

Percebemos na leitura, as emoções extravasadas do autor. São assuntos bem pessoais, que faz o leitor se aproximar dele. E por mais que seja algo pessoal, que não presenciei, consigo interpretar nas entrelinhas dos poemas os sentimentos do autor, o que achei incrível.

SEGUNDA PARTE: A VIDA COM RIMA

Na segunda parte do livro vivenciamos momentos especiais de amizades, professores e amores ao longo da universidade, descritas em rimas.
"Volte ao nosso tempo de amor,
E elimine tudo isso que se transformara em dor."
QUE O TEMPO VOLTE
Se eu pudesse resumir em uma palavra o livro seria: INTENSO.

Foi uma leitura agradável e por possuir poucas páginas tornou-se rápida e fluída. 

Vocês podem conhecer um pouco sobre a obra através da amostra grátis ou pelo site do autor e fanpage do livro. Ele pode ser adquirido na Amazon em dois formatos: ebook e físico.

Espero que vocês tenham gostado!

Obrigada pela confiança, Caio. Muito sucesso pra você.

Me contem o que vocês acharam! Gostam de poesias? Recomendo a leitura, bem rápida e agradável.

Beijos, Lah!

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Uma carta ao Mateus Muller

Hey Mateus, como eu quero poder conhecer você um dia. Me contaram que você é altamente apaixonante mas nem ligo por que é disso que preciso na minha vida e sem dúvidas nos daríamos muito bem.

Queira te convidar para viajar para Londres, eu sei que você amou New York, mas bonito, engraçado e com sotaque britânico era tudo o que eu desejava pra minha vida hehe

A Alice é muito sortuda, sabia? Eu não quero namorar com você e espero que ela compreenda, mas seria pedir muito se te clonassem?

Nossa, eu te admiro muito pelo seu jeito de ser.  Sou apaixonada por tudo em você e espero de coração eu poder encontrar o meu Mateus um dia.

Eu posso te fazer uma pergunta? Você é parente do Pedro Miller, que namora a Isabela Freitas de Juiz de Fora? Se sim, diga que também o admiro. Vocês são parecidos e amo esse fato!

Sua tutora é muito importante pra mim, pois foi por causa dela que te conheci. Obrigada Teca!

Eu estava com dúvidas se te escrevia ou não, mas parei para analisar que seria mais trabalhoso e até frustrante redigir um texto em inglês para outras duas paixões.

Hoje me bateu uma saudade da sua companhia, por isso resolvi te escrever. 

Espero te reencontrar em breve. A Alice também. Sinto falta de vocês!

XOXO, Laise

sábado, 9 de abril de 2016

Filmes que assiti em março e gostei

Hey gente!

Durante esse tempo afastada acabei assistindo alguns filmes, lendo alguns livros e principalmente pensando sobre o futuro do blog.

Vocês perceberam que eu estava seguindo o cronograma das postagens do blog porém acabei dando uma sumida bem longa e deixei vocês sem novidades.

A questão é a seguinte: eu trabalho, faço faculdade e ainda tenho o blog que é meu amorzinho. Quando criei o blog, o meu intuito era justamente trazer conteúdo de qualidade e não apenas postar por postar como eu via nos demais. E chegou um período que eu estava tão cheia de coisas para fazer que eu ia ter que decidir se ia reprovar alguma matéria, ou ia ficar sem trabalhar ou ia desistir do blog. Acabei não optando por isso mas deixei o blog em hiatus enquanto organizava a faculdade e o trabalho.

Não faria sentido para mim postar algo sem eu estar interagindo com vocês, não respondendo comentários ou fazendo realmente aquele post que eu levo um certo tempo para criar e revisar. 

Ainda não está tudo ok mas tentarei voltar aos pouquinhos com o blog. Comentários, emails e dúvidas serão respondidos com todo o amor do mundoooo!!

Obrigada por não desistirem do blog!

AGORAAAAAAAA, vem cá ver a lista desses filmes amorzinhos para ver no final de semana!!!

UM PRÍNCIPE EM MINHA VIDA
Título Original: The Prince & Me
Direção: Martha Coolidge
Gênero: Romance
Ano: 2004
Edward (Luke Mably) é um jovem príncipe dinamarquês, que deseja levar uma vida comum. Para tanto decide se mudar para os Estados Unidos, onde poderá levar a vida do jeito que quiser. Lá ele conhece e se apaixona por Paige (Julia Stiles), que a princípio não sabe de suas raízes na realeza dinamarquesa. Quando Edward precisa assumir o reinado, cabe a Paige ter uma decisão que poderá mudar sua vida: ir com ele e se tornar rainha ou permanecer nos Estados Unidos e realizar o sonho de ser médica?
Pasmem, mas nunca assisti esse filme por completo mesmo já tendo passado inúmeras vezes na sessão da tarde.

Eu estava contando a minha irmã o desfecho do livro De repente da Nichole Chase e ela me contou que parecia a história desse filme. Fui conferir para ver se a ideia dela batia mas não tem nada a ver!

Acabei gostando por ser romance e envolver a realeza. São 4 filmes da franquia mas a Julia Styles que fez a Paige só participou do primeiro e o Luke Mably que fez o príncipe só participou dos dois primeiros. Não sei se vou assistir os demais pela mudança.

TEEN BEACH
Título Original: Teen Beach
Direção: Jeffrey Hornaday
Gênero: Comédia, Musical
Ano: 2013
Mackenzie (Maia Mitchell) uma menina surfista que é forçado por seus pais para ir para a escola e deixar seu namorado Brady (Ross Lynch). No entanto, os adolescentes são transportados para o filme musical de 1960 favorito de Brady. Eles tem que tentar encontrar o caminho de volta para casa, e tentar evitar a atenção de grande parte para eles. Eles também precisam participar do filme e são mantidos no filme a cantar e dançar.
Teen Beach é um filme original da Disney Channel que conta a vez que um casal de namorados acabam indo parar num filme dos anos 60.  O musical era o preferido de Brady e eles precisavam voltar ao mundo real mas as coisas começaram a desandar e quanto mais o filme ficava diferente mais difícil era voltar pra casa, ou seja, os dois virariam personagens do filme forever. 

Eu gostei muito por ser um musical e um filme leve, daqueles que a Disney adora produzir. É daqueles filmes que você quer assistir novamente só para escutar aquela música que não saiu da sua cabeça.

TEEN BEACH 2
Título Original: Teen Beach movie 2
Direção: Jeffrey Hornaday
Gênero: Comédia, Musical
Ano: 2015
O casal de surfistas, Mack (Maia Mitchell) e Brady (Ross Lynch), retornaram da aventura de verão, onde viveram dentro do filme de surf dos anos 60 favorito de Brady, Onda Sublime Onda. Após alguns meses, eles recebem a visita surpresa de Lela (Grace Phipps), Tanner (Garret Clayton), Butchy (John DeLuca) e seus outros novos amigos surfistas e motoqueiros. Só que agora, todos estão no mundo real.
No primeiro filme Mack e Brady vão parar no mundo dos filmes mas na continuação são Lela e Tanner que vão parar na vida real. Como Mack e Brady não puderam ficar no filme, o casal dos anos 60 também não podiam ficar na vida real por que tudo mudaria.

O filme continua leve e doce com o musical. 

CHALET GIRL
Título Original: Chalet Girl
Direção: Phil Traill
Gênero: Comédia Romântica
Ano: 2011
Quando uma ex skatista vai trabalhar num luxuoso resort de esqui sem saber praticar a modalidade, acaba chamando a atenção do charmoso patrão e entra num torneio de snowboard.
Kim é uma ex skatista que afastou-se do esporte após a morte da mãe em um acidente de carro. Ela precisa ganhar dinheiro para se sustentar (além do pai) mas o emprego que consegue é na Áustria por quatro meses.

Chegando lá, logo se familiariza com o snowboard, o que acaba chamando a atenção de todos e principalmente do seu "patrão", nada mais nada menos do que o Ed Westwick, o queridinho Chuck de Gossip Girl.

O temperamento da Kim é algo a se comentar. Ela é muito sarcástica e irônica, mas a achei genial hehe É interpretada pela Felicity Jones que fez o papel da Jane Wilde Hawking no filme A teoria de tudo.

Espero que vocês tenham gostado!

Me contem se vocês já conheciam esses filmes e me indiquem mais hehe

Beijos, Lah!
 
© COPYRIGHT 2014-2017. ENFIM RESOLVIDO. ALL RIGHTS RESERVED. DESIGN BY GABRIELA FREITAS