enfim resolvido
  • BLOG

    BAIXE O PLANNER FINANCEIRO

  • Lions

    RESENHA DO LIVRO AZAR O SEU

  • Snowalker

    A MENINA DOS OLHOS MOLHADOS

  • Howling

    RESENHA LIVRO DE REPENTE

  • Sunbathing

    RESENHA PS AINDA AMO VOCÊ

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Vai ter adaptação do livro para todos os garotos que já amei

Hey gente!

PARAAAAAAA O MUNDO que eu quero comemorar!!! O que acharam da novidade? PARA TODOS OS GAROTOS QUE JÁ AMEI VAI VIRAR FILME!!! AAAAAAAAAAA!!! Eu não me aguento de emoção desde que a editora intrínseca confirmou esse fato histórico.

Eu não sei onde eu estava durante esse tempo ou se a novidade ainda não havia sido compartilhada e estavam tentando fazer surpresa, mas acabei de descobrir e só quero dizer a todos que o livro vai virar filme!!! YAYYYYYYYYY

Eu contei na resenha do livro ps ainda amo você que a Overbrook Entertaiment (produtora de Will Smith) adquiriu os diretos para a adaptação, mas nem levei muito a sério por que pensei logo na série A Seleção que também vai virar filme e até agora nada. A adaptação está sendo produzida junto com a Awesomeness Films.

Eis que passeando pelo instagram vejo essa novidade e logo quis compartilhar com vocês. 

A direção vai ser de Susan Johnson e roteiro de Sofia Alvarez. E as gravações já começaram em Vancouver, no Canadá, mas ainda não temos informações sobre a data de lançamento. 

Sobre os personagens, vamos lá!

Lana Condor - Lara Jean
A apaixonada Lara Jean vai ser interpretada pela Lana Condor que fez o filme X-Men: Apocalipse. Se eu já assisti? Não, mas estou ansiosa para vê-la na pele da LJ.

Noah Centineo - Peter Kavinsky
O meu querido Peter com certeza é um dos personagens que mais os fãs esperavam saber o ator que faria o papel, por que assim como eu, ele deixou várias leitoras apaixonadas.

Confesso que meu Peter dos sonhos não se parece com o Noah. Pensei no Douglas Booth quando li pela primeira vez, mas atualmente poderia citar outros que se encaixaria perfeitamente para o papel. 

Israel Broussard - Josh
O ator que mais me lembrou o personagem dos meus sonhos foi o Israel. Também pensei na possibilidade do fofo do Nick Robinson.

Gostei muito dessa escolha. 

Janel Parrish - Margot
A Janel fez Pretty Little Liars, mas também nunca assisti e nem conhecia.

Anna Cathcart - Kitty
A irmã da Lara Jean era outra personagem que eu estava muito ansiosa para descobrir qual atriz faria o papel. A Kitty é um dos personagens mais amorzinhos que me apeguei e confesso que foi a escolha mais nada a ver que eu poderia imaginar.

A Anna não é nada do que imaginei para a Kitty, mas sofro de um problema chamado "na maioria das vezes eu não levo em conta as características físicas citadas nos livros e imagino uma personagem nada a ver".

John Corbett - pai de Lara Jean
O pai das irmãs Song vai ser interpretado pelo John Corbett que fez o Ian do filme Casamento Grego.

Quem será que vai interpretar a Genevieve? Queria muito que o John também participasse!!!

Apesar de eu não ter assistido aos filmes que esses atores participaram ou não lembrar (no caso de The Bling Ring que o Israel participou, assisti e não lembrei) não vejo a hora de ver essa adaptação nos cinemas.

ANSIOSA SIM OU CLAROOOOOOO??????

Para quem ainda não viu, resenhei os livros Para todos os garotos que já amei, ps. ainda amo você e Agora e para sempre, Lara Jean

O que acharam das escolhas dos personagens? 

Beijos, Lah!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Resenha do livro Dizem por aí #2 - Ali Cronin

Hey gente!

Recentemente resenhei o primeiro livro da série Garota S2 Garoto e cá estou eu novamente para contar mais sobre esses jovens, agora pela visão da Ashley.

Título Original: Rumour Has It
Autora: Ali Cronin
Editora: Editora Seguinte
Número de Páginas: 280
Ano: 2013
Ashley sempre foi a mais descolada da turma. Aquela garota que sabe o que quer - festas e mais festas - e que, diferente das amigas, nunca gastou seu tempo sonhando com príncipes encantados. Mas tudo muda quando, um dia qualquer, ela vai ao cinema com sua melhor amiga e conhece Dylan: um garoto lindo, um pouco quieto, de olhos verdes e cabelos incríveis que acaba grudando na cabeça dela. Gostar de alguém de verdade estava sendo mais difícil do que parecia...
Olha as coisas melhorando... Lembram que falei que o primeiro livro não me animou? O livro dizem por aí, é narrado por Ashley e conhecemos um ponto de vista muito diferente dela do que vemos sendo narrado por Sarah.

Em um dia qualquer de cineminha com os amigos, Ashley conhece Dylan, o amigo do primo de Donna e desde então algo estranho aconteceu, por que ela não parava de pensar nele.

De inicio, ele não demonstrava algum interesse por ela, mas logo depois (bem depois mesmo) conhecemos um Dylan bem mais romântico. Era como se quando eles estivessem sozinhos fosse um príncipe, mas em festas ou algo do tipo era como se ela não existisse.

Eis que surgem as indagações: será que ele gostava dela e era tímido ou não queria nada com ela? Só alguma dessas perguntas respondiam o por que de Dylan não ter dito nada para ela.

Ash era uma garota legal. O problema era que ela sempre bebia demais e acabava transando com qualquer cara nas festas. Seus amigos sempre a aconselhavam, até que finalmente ela decidiu que não queria ser a velha Ashley que chegava em casa bêbada sem lembrar de quase nada e principalmente aquela que fazia besteiras.

Sobre os amigos Sarah, Ash, Cass, Donna, Rich, Ollie e Jack: é muito bom conhecer cada um de pertinho a cada livro. Lendo esse livro conhecemos melhor os personagens e já estou imaginando que irei sentir falta deles com o término da leitura.
Minha vida era feita de momentos como este: sozinha com meus melhores amigos em um salão aleatório, ao lado de uma máquina de Jukebox de verdade, totalmente confortável e sem vergonha de parecer idiota na frente dos outros.
O que o primeiro livro não tinha de romance, esse agora tem. Não é aquele livro que te prenda pelo romance, que você acha fofinho a história dos protagonistas de início, mas quando eles realmente aparecem como casal é a coisa mais lindinha de se ler.
Será que ele seria supersimpático comigo naquela noite e depois me ignoraria até a próxima vez que decidisse me dar atenção? Eu estava confusa, mas não iria perder tempo analisando a situação. Pelo menos não naquele momento. Afinal, eu não estava declarando amor eterno. Por enquanto, estar perto dele, conversando com ele, bastava.
Minha classificação: 4 de 5.

O livro é bom, a leitura flui muito bem, podemos conhecer melhores os outros personagens e achei melhor do que o primeiro, com certeza.

Sobre alguns personagens nesse livro especificadamente (Lembrando que minha opinião pode mudar, já que são SEIS livros para conhecer profundamente todos eles): Eu estou amando o Ollie, sinceramente. Cass por mais que seja uma pessoa legal, já está ficando chato a historia dela com o namorado Adam. Sarah, por mais cansativa que a historia dela ficou, está parecendo ser bem legal e estou gostando muito das vezes que ela aparece. O fato é que ela era uma pessoa muito legal, mas ficou chatinha por causa do Joe, o boy que não queria nada sério com ela. Então isso que a tornou chata. E Ash, que estou me surpreendendo e adorando.

Espero que tenham gostado!

Me contem o que vocês acharam da resenha!

Beijos, Lah!

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Resenha do filme O Mínimo para Viver (To the Bone), original Netlflix

Hey gente!

Estreou hoje no catálogo da Netflix o filme "O Mínimo para Viver", estrelado pela Lily Collins e Keanu Reeves (Matrix).  
Uma jovem de 20 anos sofrendo de anorexia embarca em uma emocionante jornada de autodescoberta em um grupo liderado por um médico pouco convencional.
O filme conta sobre a Ellen, uma garota que sofre anorexia e é levada a um novo médico que trabalha com uma temática diferente dos que ela já foi. 

Chegando na sua nova casa, ela encontra outras pessoas que também sofrem algum transtorno alimentar. O grupo é pequeno, porém, ela consegue resgatar o melhor de cada um. 

As características da personagem são muito bem descritas, desde não comer (ou mastigar e cuspir) até caminhar/fazer abdominais para não engordar. Ela também ficava calculando quantas calorias tinha em cada coisa.
O filme descreve a realidade que muitas pessoas passam, mas por muitas vezes achamos bobagem: ora mais, como é que uma pessoa não consegue comer?

O filme mostrou de maneira clara e delicada esse assunto tão sério.

É basicamente um alerta de como a sociedade pode moldar uma pessoa. Muitas pessoas fazem o absurdo para se enquadrar nos padrões impostos da sociedade.

Talvez, há quem pense que esse assunto já é até ultrapassado, mas não deixa e nunca irá deixar de ser importante a ser debatido, até por que se continuar assim, cada vez mais gente vai acabar passando por isso apenas para não ser julgado pela sociedade.

A caracterização da Lily foi impecavelmente incrível. Ela precisou emagrecer muito. 
Temos outros rostinhos conhecidos no filme, como a Liana Liberato que atuou nos filmes Se eu ficar e o Melhor de Mim e a Ciara Bravo, que fez a série Big Time Rush.

E aprendi com a Karol Pinheiro, dizer que uma pessoa está magra não é um elogio. 

Lembrem-se, procurem ajuda profissional se você ou algum conhecido estiverem passando por algum transtorno alimentar.

Espero que tenham gostado!

Beijos, Lah!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Resenha do livro Agora e Para sempre, Lara Jean - Jenny Han

Hey gente!

Finalmente foi publicado o terceiro e último livro da série Para todos os garotos que já amei YAYYYY!!! Para quem ainda não viu, tem resenha dos livros Para todos os garotos que já amei e ps ainda amo você.

Se você ainda não leu nenhum livro da série, provavelmente vai ter alguns spoilers já na sinopse.

Título Original: Always and Forever, Lara Jean
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 304
Ano: 2017
Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?
Em Agora e Para sempre, Lara Jean, vemos um cenário de um ano depois do final do primeiro livro. Lara Jean agora prestes a completar 18 e tendo que tomar decisões importantes para sua vida, as mesmas que sua irmã também precisou tomar.

O namoro com o meu amorzinho Peter continua firme e forte e esse garoto me surpreendeu muito mais do que eu imaginei que fosse capaz. Um dos meus maiores medos era que a autora destruísse a imagem que eu tinha criado dos personagens, principalmente sobre o ele e John (que eu também queria para mim).
Tenho a sensação de que, quando eu tiver a idade de Stormy, as minhas grandes lembranças vão ser destes momentos do dia a dia: a cabeça de Peter inclinada, mordendo um cookie com gotas de chocolate; o sol entrando pela janela do refeitório, refletindo em seu cabelo castanho; ele olhando para mim.
Uma das características que eu mais gostava e me identificava na Lara Jean era o romantismo dela, que eu percebi (não sei vocês) que diminuiu um pouco nesse livro. Talvez por que a autora resolveu moldar novas características pela protagonista estar passando por uma nova fase da vida.

Digo isso por que tive que reler os dois primeiros livros da série para não esquecer os detalhes, sou dessas haha
Peter viajou para o fim de semana de treino. Só tem um dia, e já estou com tanta saudade quanto sinto do Natal quando ainda estamos em julho. Peter é meu chocolate quente, minhas luvinhas vermelhas, minha manhã de Natal.
Lembram que falei que senti falta de detalhes importantes do segundo livro antes de anunciarem que iria ter uma continuação? Os questionamentos foram respondidos, mas surgiram outros que a autora não trabalhou.

Se fosse para colocar uma ordem do meu amor pelos livros seria primeiro para todos os garotos que já amei, seguido por agora e para sempre, Lara Jean e por último ps ainda amo você, por que teve muita briguinha e não gosto disso.
Mas o item mais importante que incluí foi minha carta, aquela que escrevi tanto tempo atrás, a que nos uniu. Eu queria guardá-la, mas achei que o certo seria entregá-la a Peter. Um dia, tudo isso será uma prova — uma prova de que estávamos aqui, de que estávamos apaixonados. É uma garantia de que, não importa o que aconteça, esta época foi só nossa.
Minha classificação: 5 de 5.

Eu estava esperando MUITO por essa continuação e na medida do possível Jenny Han não me decepcionou.

Josh que muito apareceu nos dois primeiros livros, quase que não aparece nesse. Igualmente para Genevieve.

A Lara Jean parecia mais certinha que nunca nesse livro, Peter até comentou isso.

Senti falta de momentos importantes que a autora poderia ter escrito, mas ela revelou nos agradecimentos que não vai fazer outro livro sobre a série.

Senti falta de um epílogo (pelo menos) falando como seria a rotina da Lara Jean na faculdade.

Kitty mais apaixonante que nunca. Queria uma irmã mais nova e um namorado como Kitty e Peter. Também acho lindo a amizade deles. É pedir muito, produção?

Essa série vai deixar muitas saudades, mas sempre irão estar por aqui para nos fazer lembrar, né?

Espero que tenham gostado!

Quem já leu? Quero opiniões, viu!!!

Beijos, Lah!
 

criado e codificado para o blog Enfim resolvido
cópia proibida © 2015